Canção de segunda
Mostrando postagens com marcador Canção de segunda. Mostrar todas as postagens

16 de maio de 2018

A história por trás de 'Bella Ciao', hino dos protagonistas de 'La Casa de Papel'


Todo fã de verdade de La Casa de Papel, a série espanhola de ficção que mostra quase em tempo real um assalto bilionário à Casa da Moeda de Madri, já conhece Bella Ciao, a canção entoada pelos protagonistas em momentos-chave da trama .



A música é ouvida pela primeira vez em um flashback que mostra os personagens Professor (Álvaro Morte) e Berlim (Pedro Alonso). Berlim pede que o Professor prometa que eles não serão presos se as coisas se complicarem durante o assalto. A canção também é entoada em outros momentos da série (vamos evitar dar mais spoilers aqui).

Muitas pessoas podem não saber, mas Bella Ciao tem muita história, não é uma canção feita para o popular seriado da Netflix.

A música foi hino da resistência italiana contra o fascismo de Benito Mussolini e das tropas nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Essa referência aparece na série, sendo revelada pela personagem Tóquio (Úrsula Corberó), ao falar do mentor do assalto. "A vida de Professor girava em torno de uma única ideia 'Resistência'. Seu avô, que tinha ficado ao lado dos 'partigiani' (como são chamados os heróis da resistência antifascista na Itália) para derrotar os fascistas na Itália, lhe havia ensinado essa música e depois ele nos ensinou", diz ela numa cena.

A canção 'Bella Ciao' foi entoada em diversas manifestações celebrando o 73º aniversário da liberação da Itália do fascismo

Na última quarta-feira, 25, quando a Itália celebrava 73 anos de sua libertação do nazifascismo, a música foi entoada em diversas cidades do país. 

Mas a origem de Bella Ciao pode ser ainda mais antiga. 
Alguns sugerem que a melodia é uma adaptação de uma canção Klezmer, um gênero que emerge da tradição musical de judeus asquenazes, da Europa Oriental. Mais especificamente de "Oi Oi di Koilen", do acordeonista ucraniano Mishka Ziganoff, que foi gravada em Nova York em 1919.

Ao ouvir esta melodia em iídiche (dialeto das comunidades judaicas da Europa Central e Oriental) são várias as semelhanças com Bella Ciao.

O hino da resistência italiana teria sido levado ao país por um imigrante que estava nos Estados Unidos. De acordo com outra versão, Bella Ciao teria surgido das canções populares das trabalhadoras dos campos de arroz do vale do rio Pó, no norte da Itália, no século 19. Canções populares como Picchia alla porticella e Fior di tomba têm trechos que lembram Bella Ciao.

O personagem Berlim em cena de 'La Casa de Papel'

Hino internacional de resistência


Mas a história de Bella Ciao não termina aí.

Nos anos 60, a música se tornou um hino popular durante as manifestações de trabalhadores e estudantes na Itália.

No governo de Silvio Berlusconi, partidos de esquerda italianos cantavam a música antifascista como forma de protesto.

Mais recentemente, durante uma manifestação de bancários por aumento salarial em Buenos Aires, os funcionários parodiaram a letra de Bella Ciao e cantaram para o governo de Mauricio Macri: 

"Somos bancários, queremos aumento e Macri tchau, tchau, tchau".

Manifestantes na Turquia usam as máscaras de Salvador Dalí dos personagens de 'La Casa de Papel'

Em 2013, Bella Ciao foi entoada em protestos em Istambul e, em 2014, nos atos pró-democracia em Hong Kong. Na Grécia, partidos de extrema esquerda também utlizaram a canção em campanhas eleitorais.

Há várias versões de Bella Ciao em ritmos que vão do punk ao ska. A canção foi gravada por Mercedes Sosa e Manu Chao, entre outros.

No Chile, no início dos anos 1970, durante o governo de Salvador Allende, o grupo Quilapayún adotou Bella Ciao como uma canção de protesto.


Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 


29 de maio de 2017

Trilha sonora de "Os dias eram assim..."



No dia em que o Brasil vence a Copa do Mundo de 1970 e se torna tricampeão, o clima de euforia das ruas contrasta com o peso do momento: repressão, ditadura e violência. É nesse cenário que Renato e Alice se conhecem e iniciam uma história de amor.

A musica de abertura que tem o mesmo nome da série Os dias eram assim em determinado momento a letra da música diz “perdoe a falta de amigos, os dias eram assim...” e é uma das musicas que eu desconhecia da Elis Regina.


A trilha sonora nacional da novela Os Dias Eram Assim é um retorno aos anos 70 e 80 com belas canções que contém letras bastante atuais mesmo já se passando quase 30 anos.
Aquele abraço (Gilberto Gil)



Cálice (Chico Buarque e Gilberto Gil)



Índios (Legião Urbana)



Menino do Rio (Caetano Veloso)



Pra Frente Brasil (Coral Joab)



Sangue Latino (Secos & Molhados)



Sociedade Alternativa (Raul Seixas)



Tempo Perdido (Tiago Iorc)



Além desses ainda fazem parte da trilha sonora da novela Os Dias Eram Assim:


  • 20 e poucos anos – Fábio Junior
  • A lua Girou – Milton Nascimento
  • Amor – Secos & Molhados
  • Ando meio desligado – Os Mutantes
  • Atômico Platônico – Vanusa
  • Como vai você – Johnny Hooker
  • Deus Lhe Pague – Elis Regina

    22 de maio de 2017

    Canção de Segunda: California.... ♫




    " California " é uma música da banda de rock americana Phantom Planet . Foi lançado como um single de seu segundo álbum The Guest em fevereiro de 2002.

    A canção e a faixa receberam a atenção principal quando se transformou a canção do título no programa televisivo bem sucedido O OC - Um estranho no paraiso.


    A canção é sobre dirigir na rota 101 dos Estados Unidos, viajando para ver um concerto. A canção se tornou um hit top dez na Áustria , a Itália , o Reino Unido e República da Irlanda.

    California (tradução)



    We've been on the run                                       Nós estivemos na corrida
    Driving in the sun                                              Dirigindo no sol
    looking out for number 1                                  Cuidando de nós mesmos
    California here we come                                   Califórnia aqui estamos
    Right back where we started from                          Bem aonde nós começamos


    Hustlers grab your guns                                Gungstr carregam suas armas
    Your shadow weighs a ton                             Sua sombra pesa uma tonelada
    driving down the 101                                    Que dirige abaixo dos 101
    California here we come                               Califórnia aqui estamos
    Right back where we started from                Bem aonde nós começamos
                                                               
           
    California!                                                Califórnia!
    Here we come                                          Aqui estamos


    On the stereo                                       No estéreo
    Listen as we go                                    Escutando enquanto nós vamos
    Nothing's gonna stop me now              Nada vai me parar agora

    California here we come                     Califórnia aqui estamos
    Right back where we started from       Bem aonde nós começamos


    Pedal to the floor                                      Pisando fundo
    Thinkin' of the roar                                  Pensando em gritar
    Gotta get us to the show                          Começaremos a nos mostrar

    California here we come                         Califórnia aqui estamos
    Right back where we started from          Bem aonde nós começamos


      

    California!                                                   Califórnia!
    here we come                                               Aqui estamos 

    California!                                                     Califórnia!
    here we come                                                Aqui estamos 

    ooooohhh

    California!California! (4x) 
     Califórnia!California! (4x)

    Here we come  Aqui estamos
    Ooooohhh




    ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
    Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):


    15 de maio de 2017

    História da música:Lanterna dos Afogados - Paralamas do sucesso



    “Uma noite longa, para uma vida curta, 
    mas já não me importa, 
    basta poder te ajudar!”

    Os Paralamas do Sucesso é uma das maiores bandas de rock nacional. A banda é conhecidapor fazerem músicas agitadas, mas a capacidade de Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone é tão grande, que músicas mais calmas e lentas são feitas e tocadas de forma primorosa, Lanterna dos Afogados é um exemplo, uma música triste, que se tornou o hino paralâmico.


    Em uma entrevista a revista Vinho Magazine, Herbert declarou que a música surgiu em 10 minutos, enquanto andava de moto com sua namorada. 

    “Certa vez, saí com minha namorada para jantar. Sentei na moto, ela começou a conversar, mas pedi que ela não falasse mais nada, porque estava com a melodia e a letra na cabeça. Quando chegamos ao restaurante, em Ipanema, o garçom veio saber o nosso pedido. ‘Papel e caneta, rápido’, foi o que eu pedi. Naqueles dez minutos de moto, da minha casa até o restaurante a música foi composta”, disse o compositor.

    A letra fala sobre as mulheres dos pescadores que saem para pescar e nem sempre voltam para casa. O risco é frequente e as mulheres ficam aflitas, rezando e torcendo para que possa ver seu marido de novo. Para essas mulheres a noite é longa e , mesmo sabendo que todos os dias é a mesma rotina, o medo sempre está presente. Essas mulheres ficam nos faróis, esperando seus maridos.

    O nome Lanterna dos Afogados vem de um capítulo do livro “Jubiabá”, de Jorge Amado. O capítulo retrata o bar Cais do porto, onde as mulheres dos pescadores esperavam os seus maridos com lanternas, para ajudá-los a achar o caminho certo. A letra é real e retrata a vida de muitas pessoas, somente gênios do nível de Herbert Vianna conseguiria escrever a história em apenas dez minutos.






    Lanterna Dos Afogados
    Compositores: Herbert Lemos De Souza Vianna

    Quando está escuro
    E ninguém te ouve
    Quando chega a noite
    E você pode chorar

    Há uma luz no túnel
    Dos desesperados
    Há um cais de porto
    Pra quem precisa chegar

    Eu estou na Lanterna dos Afogados
    Eu estou te esperando
    Vê se não vai demorar

    Uma noite longa
    Pruma vida curta
    Mas já não me importa
    Basta poder te ajudar
    E são tantas marcas
    Que já fazem parte
    Do que eu sou agora
    Mas ainda sei me virar

    Eu tou na Lanterna dos Afogados
    Eu tô te esperando
    Vê se não vai demorar

    ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
    Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

    8 de maio de 2017

    #Cançãodesegunda: Sandy lança clipe lindo para “Respirar”


    Sandy Leah lançou na ultima sexta-feira (5) lançou o vídeoclipe “Respirar” e junto com ele um EP com a versão em estúdio de outras quatro faixas, presentes no seu último DVD! Com direção de Santiago Paestor, o vídeo mostra diferentes pessoas tentando (e conseguindo) superar os desafios do cotidiano, certamente seguindo o conselho de Sandy: respirar!

    A Sandy dá o ar da graça na produção! Entre uma cena e outra dos personagens do vídeo, ela surge cantarolando, compondo a letra da faixa e até dançando bem leve pela sala… Um amorzinho! como só a Sandy consegue ser.Deu vontade de sair dançando assim, bem solto e claro, colocando a nossa alma pra dar esse respiro, que é sempre bom! Enfim, recebam essa lindeza:


      


    Respirar
    Sandy Leah

    Hoje eu acordei sem pressa
    Deixei a janela aberta
    Vi a vida tão repleta de amanhecer
    Hoje eu pude ver de perto
    Que um coração aberto
    Torna tudo mais fácil de acontecer
    Eu abro as asas e preparo a alma pra respirar, pra respirar
    Eu abro as asas e preparo a alma pra respirar, pra respirar
    Hoje eu me joguei das nuvens
    Tirei o pó e a ferrugem
    Vi que o sol brilha mais claro se a gente 'tá' bem
    Voos podem ser mais altos
    Frases podem ser mais belas
    Hoje eu vou gritar mais forte a sorte que a gente tem
    De ser feliz sem ser refém
    Eu abro as asas e preparo a alma pra respirar, pra respirar
    Eu abro as asas e preparo a alma pra respirar, pra respirar
    Parapapará papara
    Parapapará papara
    Parapapará papara
    Parapapará papara
    Parapapará…

    1 de maio de 2017

    #Canção de segunda : Músicas de Trabalho


    O Dia do Trabalhador ou Dia Internacional dos Trabalhadores é celebrado anualmente no dia 1º de maio em numerosos países do mundo, sendo feriado no Brasil, em Portugal, Angola, Moçambique e outros países. No calendário litúrgico celebra-se a memória de São José Operário por tratar-se do santo padroeiro dos trabalhadores.

    O #cançãodesegunda dessa semana, é um TOP7 de musicas que falam sobre Trabalho:


    1-Construção – Chico Buarque

    "... Amou daquela vez como se fosse o último/ Beijou sua mulher como se fosse a única/E cada filho seu como se fosse o pródigo/ E atravessou a rua com seu passo bêbado/ Subiu a construção como se fosse sólido/ Ergueu no patamar quatro paredes mágicas/Tijolo com tijolo num desenho lógico/ Seus olhos embotados de cimento e tráfego..." 

    2- Eu Despedi O Patrão – Zeca baleiro

    Eu despedi o meu patrão/ Desde o meu primeiro emprego/ 
    Trabalho eu não quero não /Eu pago pelo meu sossego...

    3- Fábrica – Legião Urbana

     (,,,) Quero trabalhar em paz/
    Não é muito o que lhe peço/ 
    Eu quero um trabalho honesto/
    Em vez de escravidão 
     (,,,)

    4-Um Trem Para As Estrelas- Cazuza

     (,,,) São 7 horas da manhã/
    Vejo Cristo da janela/ 
    O sol já apagou sua luz
    E o povo lá embaixo espera/
    Nas filas dos pontos de ônibus/ 
    Procurando aonde ir/ 
    São todos seus cicerones/ 
    Correm pra não desistir/ 
    Dos seus salários de fome/ 
    É a esperança que eles tem/ 
    Neste filme como extras/ 
    Todos querem se dar bem (,,,)



    5-  Caminhoneiro – Roberto Carlos


    Todo dia quando eu pego a estrada/ Quase sempre é madrugada
    E o meu amor aumenta mais
    Porque eu penso nela no caminho/ Imagino seu carinho
    E todo o bem que ela me faz (...)

    6- Admirável Gado Novo – Zé Ramalho

    Vocês que fazem parte dessa massa/
    Que passa nos projetos do futuro/ 
    É duro tanto ter que caminhar/ 
    E dar muito mais do que receber
    E ter que demonstrar sua coragem/
    À margem do que possa parecer/ 
    E ver que toda essa engrenagem/ 
    Já sente a ferrugem lhe comer
    Ê, ô, ô, vida de gado/
    Povo marcado, ê! 
    Povo feliz!

    7- O Rancho da Goiabada- Elis Regina
    Os bóias-frias quando tomam umas birita/
    Espantando a tristeza/ 
    Sonham com bife-a-cavalo, batata-frita/ 
    E a sobremesa/ 
    É goiabada-cascão com muito queijo/ 
    Depois café, cigarro e um beijo/ 
    De uma mulata chamada Leonor ou Dagmar (...)





    Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
    Estarei tagarelando por lá também (principalmente no Snap!!):

    13 de março de 2017

    Canção de Segunda:"The Joshua Tree" - U2


     Adivinha qual é a música mais ouvida do U2 até hoje? "With or Without You" (http://spoti.fi/2mqauem), com 134 milhões de streams. Fazendo as contas aqui, isso equivale a 1260 anos de "With or Without You" tocando, sem parar. O Bono escreveu a letra dessa música sozinho, à noite, na primeira vez que esteve na Riviera Francesa. Rolava uma crise na cabeça dele sobre como equilibrar o papel de rockstar, viajando o mundo pra fazer shows, e o papel de marido. (Ele casou com a Alison, ativista e empresária irlandesa, em 1982.) E ele estava num momento MUITO rockstar.

    O U2 vinha de um disco superexperimental ("The Unforgettable Fire", de 1984) feito com um produtor supervisionário (Brian Eno, o inglês que não só produziu discos clássicos como "Low", "Heroes" e "Lodger", do David Bowie, como praticamente inventou um novo gênero musical, o ambient). A banda tinha participado de um show histórico, o Live Aid, que foi assistido por milhões de pessoas ao redor do globo em 1985. Mais do que isso, aqueles 4 jovens irlandeses tinham viajado o mundo inteiro e descoberto diferentes realidades que mudariam completamente as vidas deles. Foi esse o cenário pra criação de "The Joshua Tree" (http://spoti.fi/2lIpYMh), o disco que fez o U2 virar uma das maiores bandas do mundo. Ele foi lançado em 9 de março de 1987, há exatamente 30 anos.

    "With or Without You" foi o primeiro single do disco. Outras duas dele aparecem entre as 10 mais ouvidas do U2 no Spotify: "I Still Haven't Found What I'm Looking For" (http://spoti.fi/2njQqrP) e "Where the Streets Have No Name" (http://spoti.fi/2mql7hu).

    "The Joshua Tree" nasceu como um álbum sobre as andanças do U2 por diversos países — mas especificamente pelos EUA. Eles tinham passado até 5 meses por ano por lá durante a primeira metade dos anos 80, fazendo tours. "Comecei a enxergar dois países diferentes: os EUA míticos, idealizados, e os EUA de verdade", diz o Bono. (Daí um dos títulos provisórios do disco durante as gravações: "The Two Americas"/"As Duas Américas". "The Desert Songs"/"As Músicas do Deserto" também chegou a ser considerado.)

    O sentimento do disco era esse. Então, eles resolveram que a capa seria feita nos EUA (algo inédito pro U2, que tinha feito as capas de todos os discos até então em Dublin mesmo). Aí o fotógrafo Anton Corbijn (que também dirigiu vários clipes da banda, incluindo "One") saiu à procura de locações. Foi ele quem contou pro Bono a história da "árvore de Josué". Segundo a lenda, a árvore da espécie Yucca brevifolia ganhou esse nome quando um grupo de mórmons, ao chegar no Deserto de Mojave (curiosamente, onde os Red Hot Chili Peppers gravaram o clipe de "Give It Away"; a Madonna o de "Frozen" e as Spice Girls o de "Say You'll Be There"), viu a forma peculiar daquela árvore e lembrou da história bíblica de Josué erguendo as mãos pro céu e pedindo ajuda a Deus. O Bono amou a simbologia disso. Pronto: estava decidido que o nome do disco seria "The Joshua Tree". Naquele dia, eles saíram pelo Mojave procurando uma "joshua tree" perfeita, até acharem uma ali, sozinha, toda poética. Pararam e fotografaram por uns 20 minutos. "Foi bem espontâneo", lembra o Edge. "Estava um frio danado e a gente teve que tirar os casacos pra pelo menos parecer que era um deserto. Esse é um dos motivos pelos quais estamos tão sombrios na foto", completa o Bono.

    Mas outras viagens pelo mundo também influenciaram o disco. Em 1985, o Bono esteve na Etiópia pela primeira vez, e voltou chocado tanto com a pobreza do país quanto com o espírito forte dos etíopes. Durante as gravações de "The Joshua Tree", o assistente pessoal dele, Greg, morreu em um acidente de moto. O funeral foi na Nova Zelândia — e inspirou a música "One Tree Hill" (http://spoti.fi/2naSBPg). Depois, Bono e Ali viajaram pra Nicarágua e pra El Salvador, e lá se depararam com um monte de conflitos políticos e militares, inclusive envolvendo os EUA. Nisso, nasceram "Bullet the Blue Sky" (http://spoti.fi/2mqtPfL) e "Mothers of the Disappeared" (http://spoti.fi/2m7pnQr).

    Musicalmente, também era a hora de explorar mais. Quando o Bono participou de uma reunião de músicos contra o apartheid na África do Sul, em 1985, passou um tempo hanging out com o Keith Richards e com o Mick Jagger Foram os dois que despertaram o interesse dele pelo blues (http://spoti.fi/2n4vmJH). Até então, as maiores influências do U2 vinham do punk rock dos anos 70, e eles nunca tinham ido muito além disso. Inspirado pela tradição do blues, o Bono escreveu "Silver and Gold" (http://spoti.fi/2n4sIUz) (que está na edição deluxe do "The Joshua Tree"). No próximo disco, "Rattle and Hum" (http://spoti.fi/2mnO7EX), iria ainda mais longe e traria o BB King pra colaborar. No meio disso, novas amizades com o Bob Dylan e com o Van Morrison (Official) também encorajaram a banda a mergulhar mais nos clássicos, descobrindo a música irlandesa tradicional, misturando tudo ao folk americano, e investindo mais nas composições. "Antes eu achava que escrever letras era meio antiquado, então rascunhava tudo ao microfone mesmo. Senti que era hora de escrever letras que realmente significassem algo", diz o Bono.

    Deu certo. O U2 já tinha alguns grande hits, tipo "New Year's Day" (http://spoti.fi/2mqnm4x) e "Pride (In the Name of Love)" (http://spoti.fi/2njZEnM). Mas foi com os singles de "The Joshua Tree" que eles viraram a mega banda que são até hoje.

    Na época, esse disco foi o que vendeu mais e mais rápido na história do Reino Unido. Foram mais de 300 mil cópias em 2 dias. Passou 9 semanas consecutivas em #1 nos EUA. E, 30 anos depois, é um dos maiores clássicos do rock — ainda que o Bono tenha se referido ao "Achtung Baby" (http://spoti.fi/2n4vEQU), que veio em 1991, como "o som de quatro homens derrubando a Joshua Tree". A história ainda teria muitas curvas...



    Fonte: Spotify

    12 de dezembro de 2016

    #Canção de segunda - Trem Bala


    Os dias andam tristes ultimamente... Esses meses com datas festivas me deixam bastante mal e com um aperto no peito esquisito. A musica Trem Bala é uma daquelas canções que acalmam e faz lembrarsobre as coisas e as pessoas importantes na nossa vida.

                     


                  

    Não é sobre ter
    Todas as pessoas do mundo pra si
    É sobre saber que em algum lugar
    Alguém zela por ti
    É sobre cantar e poder escutar
    Mais do que a própria voz
    É sobre dançar na chuva de vida
    Que cai sobre nós

    É saber se sentir infinito
    Num universo tão vasto e bonito
    É saber sonhar
    E, então, fazer valer a pena cada verso
    Daquele poema sobre acreditar

    Não é sobre chegar no topo do mundo
    E saber que venceu
    É sobre escalar e sentir
    Que o caminho te fortaleceu
    É sobre ser abrigo
    E também ter morada em outros corações
    E assim ter amigos contigo
    Em todas as situações

    A gente não pode ter tudo
    Qual seria a graça do mundo se fosse assim?
    Por isso, eu prefiro sorrisos
    E os presentes que a vida trouxe
    Pra perto de mim

    Não é sobre tudo que o seu dinheiro
    É capaz de comprar
    E sim sobre cada momento
    Sorrindo a se compartilhar
    Também não é sobre correr
    Contra o tempo pra ter sempre mais
    Porque quando menos se espera
    A vida já ficou pra trás

    Segura teu filho no colo
    Sorria e abraça teus pais
    Enquanto estão aqui
    Que a vida é trem-bala, parceiro
    E a gente é só passageiro prestes a partir

    Laiá, laiá, laiá, laiá, laiá
    Laiá, laiá, laiá, laiá, laiá

    Segura teu filho no colo
    Sorria e abraça teus pais
    Enquanto estão aqui
    Que a vida é trem-bala, parceiro
    E a gente é só passageiro prestes a partir



    Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais. 
    Estarei comentando com vocês sobre o BEFA (principalmente no Snap!!):
    Snapchat: Lmilla5

    19 de setembro de 2016

    Canção de Segunda: Rock Grande do Sul


    Sou de uma geração que ouvia muita musica BOA nas rádios. Na minha adolescência, eu comecei a ouvir muita radio de madrugada e tinha um programa chamado Pijama Show que usava a definição de Rock Gaúcho que é um termo utilizado, primeiramente, para referenciar grupos de rock surgidos no estado do Rio Grande do Sul.

    Eu Moro em Florianópolis/SC desde que me conheço por gente. A distância de Florianópolis/SC e Porto Alegre/RS são de 376,16 km (obrigado Google!). É louco pensar que, o que me aproxima eu de SC, com as musicas do RS “é a propagação de uma frente de compressão de onda mecânica, que se propaga de forma circuncêntrica, apenas em meios materiais” que é o som (segundo a física) dos vários rádios de pilha que eu já tive ao longo desses anos...

    Essa semana que se passou eu estava numa vibe mais nostálgica. Na minha playlist tocou aquelas músicas que eu passava as madrugadas Ouvindo pampa no walkman...Tchê, aperta o play!

    1. Anoiteceu em POA - Engenheiros do Hawaii

    Comecei ouvir Engenheiros do Hawaii quando lançaram o primeiro Acustico MTV. Depois disso, fui buscar referências sobre a banda "desconhecida" e não larguei mais. Anoiteceu em POA é atrilha sonora perfeita de um sonho que realizei em  conhecer a cidade de Porto Alegre e ter voltado a cidade algumas vezes...



    2. Quintal- Acústicos &Valvulados

    Eu sou bastante suspeita em falar sobre os Acústicos... Pois, sempre estou escrevendo um "Diário de chalaça" dos shows com uma certa frequência em Floripa. A musica Quintal remete-me a minha adolecencia quando eu ouvia musica nas madrugadas até ser vencida pelo sono...



    3. Não Sei - TNT

    Meus pais foram viajar para Passo Fundo/RS e acabaram trazendo um cd da banda TNT que até então eu desconhecia... Achei que era engano, que não se tratava de uma banda gaucha. Porém, quando coloquei o CD para tocar aquele sotaque gaucho de porto alegre do Tchê Gomes invadiu o ambiente e não deixou mais duvidas que se tratava do velho e bom Rock Gaucho.



    4. Dia Especial - Cidadão Quem

    Comecei a ouvir CQ nas madrugadas... Depois disso, fui buscar referências e encontrei o CD ao vivo gravado no Teatro São Pedro para dowloads ouvi incansavelmente durante uma semana! O Duca Leideker tem um jeito peculiar de escrever/cantar que encanta os ouvidos. A musica Dia especial  é uma dessas musicas lindas que emocionam e é cheia de significados para mim.



    5. A Despedida - Alemão Ronaldo

    A imagem que eu tinha do Alemão Ronaldo é ainda do "ministro do desenvolvimento" da Terça do Ministério de um programa de rádio chamado Pijama show (E lá se vão 15 anos...). Ir em um show do Alemão Ronaldo era um daqueles sonhos distantes... Fui em um show do Alemão esse ano, até esse escrevi aqui como foi o show.



    Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
    Estarei comentando com vocês sobre o BEDA (principalmente no Snap!!):
    Snapchat: Lmilla5


    25 de janeiro de 2016

    Negra Li.-“Você Vai Estar na Minha – Duetos"


    Spotify - É uma plataforma de streaming de músicas online disponível em versão web e para Windows, Mac OS, Android, BlackBerry, iOS, Windows Phone e Linux. O serviço tem mais de 30 milhões de músicas e permite conhecer novas canções e artistas, descobrir o que os seus amigos estão ouvindo e separar suas músicas preferidas em playlists.

    Conheci essa semana o Spotify e considero o aplicativo uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Um dos albuns que eu gostei de descobrir foi “Você Vai Estar na Minha – Duetos" da cantora Negra Li.

    A coletânea reúne as principais colaborações musicais de Negra Li, o que inclui nomes como Skank, Caetano Veloso, Nando Reis, Pitty e o já mencionado Akon. O elenco vai de Helião a Belo, passando por NX Zero e Rappin’ Hood, além de uma gravação inédita de Negra Li e Pitty para o clássico “Chain of Fools”, de Aretha Franklin, feita para o projeto Estúdio Coca Cola em 2007.

    O álbum foi lançado tanto em formato físico quanto digital, sendo que este último tem 04 faixas a mais. A edição padrão já está disponível no Spotify (menos as faixas com Skank e Gabriel O Pensador).


    18 de janeiro de 2016

    projeto TriGO


    O projeto TriGO é é Leandro Leví, Victor Leví e Lucas Moura. Dois deles irmãos, se juntaram para fazer vídeos para postar na internet, com diversas músicas de um determinado artista, um madley. Em um mês, a página já ultrapassa mais de 20 mil curtidas.

    A ideia do trio surgiu pois, os meninos estavam  sempre juntos cantando e brincando em cima de novos arranjos para músicas mais variadas, sem muita responsabilidade. Era mais uma diversão em criar pois, estavam sempre juntos.

    Após alguns vídeos, os fãs começaram a comentar sugestões e um dos primeiros foi de Sandy & Junior, a dupla que fez parte da vida de muita gente. Victor garantiu um vídeo com músicas da dupla:

    A origem desse nome tão diferente e tão criativo veio da mente de Leandro que queria  um nome que desse a entender que seria um trio, porém o nome "trigo" veio sem nenhum motivo, tanto o Victor quanto o Lucas gostaram e chegaram ao "TriGO!" que remete ao ver "ir" em inglês.


    Enfim, curtiram o trabalho dos garotos? Curta a página no FACEBOOK. E confira o canal deles no YOUTUBE.

    4 de janeiro de 2016

    Canção de Segunda: Tulipa Ruiz


    Tulipa Ruiz é uma cantora, compositora e ilustradora brasileira. Nasceu em Santos, mudou-se com a mãe Graziella e o irmão, Gustavo Ruiz, para uma cidade pequena em Minas Gerais, São Lourenço. 

    Nos últimos anos, passou a abraçar os desenhos – outra paixão de criança – e, ao criar seu Myspace, resolveu entrar para a música e colocou algumas canções na página. Foi o suficiente para abraçar a ideia, começar a fazer shows. Fez desenhos para livros infantis, agendas, capas de discos e cartazes de shows. Interessa-se por gravações em campo, texturas, ruídos, bordados e cantigas de ninar.

    Fez seu primeiro show solo foi em 2009 no Teatro Oficina, depois, Prata da Casa no SESC Pompéia, colecionando elogios da crítica, inclusive do conceituado produtor musical Nelson Motta e gravou seu primeiro disco: Efêmera.


    Efêmera saiu no final de maio de 2010 e rapidamente conquistou a crítica e público. Suas canções foram descritas como "sutis e poeticamente diretas, cheias de arranjos simples e melodias doces e circulares embaladas pela voz única de Tulipa" pelo site Vírgula.





    00:00 Efêmera
    03:43 Pontual
    06:43 Do Amor
    11:14 Pedrinho
    15:17 A Ordem Das Árvores
    18:36 Sushi
    22:47 Brocal Dourado
    26:14 Aqui
    30:37 As Vezes
    34:43 Da Menina
    38:22 Só Sei Dançar Com Você

    © Lado Milla
    Maira Gall